quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Meu Filho Não Come...

O que a gente faz quando o filhote "inventa" que não quer comer determinados legumes e verduras? Nós mostramos de quem eles herdaram essa tal criatividade de "inventar"! Quer saber como? Vem comigo!

Fonte da imagem ao clicar
A gente "inventa" um jeito novo de cozinhar o tal alimento! Para o filho não ser prejudicado com a ausência dos nutrientes existentes no ingrediente que ele, inocentemente, não quer comer:

✓ Corte o ingrediente em cubos pequenos (igual a cebola) e use como tempero: na carne, no feijão, no arroz... ;)

✓ Use este procedimento para espinafre, escarola, repolho, beterraba, beringela... Funciona muito bem aqui em casa.

Hoje o cardápio será:

✓ Arroz (Parboilizado);
✓ Músculo (bovino) cozido com mandioquinha e espinafre;
✓ Feijão preto, cozido com cubos (bem pequenos) de repolho;

Ao adotar essa técnica no preparo das refeições, observei que em alguns casos, a recusa ocorre porque não apresentamos determinados alimentos de forma adequada ou atrativa.

Buscar novas maneiras de servir os ingredientes desperta a criatividade da mãe e a curiosidade na criança, além é claro, de aperfeiçoar o dom de transformar alimentos em pratos mais saborosos e produzir refeições mais atrativas e saudáveis para os filhos.

Viu só! As vezes só precisamos colocar em prática a nossa criatividade e um pouco de dedicação pra resolver essa questão. Como você faz para o seu filho alimentar bem? Vamos trocar experiências? :)

Até o próximo post!

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Aceitar e Respeitar

Quando se trata de encontrar coerência entre o que é dito e a atitude de alguém, por exemplo, não é difícil entender (respeitar) o comportamento, a dificuldade é aceitar. O conflito já começa quando é possível observar que, o que se diz não é confirmado pela(s) atitude(s).

Entender determinados tipos de comportamentos é resultado de como uma pessoa consegue enxergar a situação que provocou uma reação, mas a aceitação é fruto de comprovações produzidas por atitudes que dificilmente passam desapercebidas aos cinco sentidos do corpo humano (Audição, Olfato, Paladar, Tato, Visão).

Vamos exemplificar de forma descontraída e com acontecimentos práticos do dia-a-dia pra conseguirmos entender melhor porque é possível respeitar, mas é tão difícil aceitar algumas controvérsias:

Audição
Quem não gosta de rock, jamais vai escutar uma música do gênero (por livre e espontânea vontade, claro).

Mudando de exemplo da música para a educação... Só quem já ouviu alguém corrigir o filho dizendo: "Eu já não falei pra você não falar palavrão? Seu filho da **** " (sim, a própria mãe se declarou uma ****), consegue entender a confusão mental instalada no cérebro de uma pobre criança. Sim, eu presenciei uma coisa doida dessa, ri e ri muito, mas se eu que sou adulta fiquei confusa, imagino até hoje como está o filho daquela pessoa. Ah, se as pessoas conseguissem se ouvir falando... Em muitos casos seria possível até, que algumas pessoas mentissem bem menos...

Se é difícil pra uma pessoa de fora ter respeito por sua pessoa ao ouvir que você diz uma coisa mas faz o contrário, imagina pra quem está mais perto e consegue enxergar sua mentira com lente de aumento?

Olfato
Não adianta passar desodorante depois que o odor está exalando (sem nem ao menos fazer uma "lavagenzinha" básica), e quem pega transporte público logo cedo com o estômago ainda vazio, ou no final de tarde após um longo, cansativo e estressante dia de trabalho, sabe bem que o olfato não é nada compreensivo e tão pouco perdoa os odores da transpiração alheia.

E o "bafo de leão" daquela boca que comeu o dia todo (excesso de alho, cebola crua, doces...) e não teve os dentes escovados? E o pior é que, quanto mais "baforento" o sujeito estiver, mais perto de você ele quer falar, e palavras com a bendita letra "F", que é pro seu nariz levar mesmo um soco do bafão (muitos risos).

Não há nariz na face da terra que ignore tanta catinga. DeusNosDefenda! Eu confesso que ri alto ao descrever estas cenas, porque me fez lembrar inúmeras situações, mas é melhor abafar.

Paladar
Quem não gosta de jiló, não vai comer o bendito fruto só porque o prato está bonitinho. O grau de importância, de influência ou de parentesco da pessoa que preparou o tal jiló, também não será o bastante para convencer o paladar de quem não aprecia seu sabor amargo.

O indivíduo que conhece o sabor de um determinado alimento, não vai comer sem gostar só pra agradar alguém, porque já sabe as reações e efeitos colaterais que serão desencadeados em seu organismo. Não adianta engambelar!

Tato
Um bebê em fase de descobertas, quando prende as mãos em uma porta ou gaveta, aprende que machuca e dificilmente ele vai ficar com as mãos expostas às fechaduras novamente, seu reflexo será proteger as mãos.

E 'quando descobrem por meio do tato, que a alta temperatura provoca queimadura, não adianta tentar enganar, o bebê não vai tocar o objeto quente só porque alguém está dizendo que é legal.

Visão
Este exemplo as donas de casa entendem muito bem!

Não diga que limpou algo se o pano que você utilizou na execução da tarefa já estava sujo. Ao passar um pano sujo em um local sujo, o máximo que vai acontecer é um "casamento" de sujeiras, vai virar um sebo só. Definitivamente, é impossível limpar sujeira com sujeira!

Nem pense em afirmar que limpou um móvel quando você só passou um "paninho sem vergonha" na superfície plana, deixando as verticais do objeto completamente "emporcalhada". Dá pra ver de longe, que a tarefa foi feita com má de vontade, sujeira é "dedo duro" e entrega relaxo e desleixo sem piedade.

Eu particularmente, nunca vou entender a lógica das pessoas que garantem que limparam algo mas quando eu olho, só vejo uma crosta de sujeira impregnada. É sério, eu até tento acreditar, mas o problema é que os meus olhos são implacáveis. E vou parar por aqui, porque sinto até calafrios em descrever isso (rindo pra quebrar a tensão).

Conclusão da diferença entre Respeitar e Aceitar | O Ser Humano é sim capaz de:

Respeitar o que o outro diz; só não aceita quando quem diz não o faz.

Respeitar que o outro não goste de higiene pessoal, ou que goste dos próprios odores; só não aceita ser incluso no ritual de "porquisse" alheia.

Respeitar que gostem de comidas que ele mesmo, nem consegue chegar perto; o que não é possível aceitar, é que queiram agregar esse alimento em seu paladar.

Ter respeito por algo/alguém que o possa machucar; não é aceitável que a dor seja proposital.

Respeitar que o outro limpe de forma diferente da sua; mas não é possível aceitar que diga que limpou algo que continua sujo. Afinal, limpeza é o resultado final, a maneira de fazer não importa desde que esteja limpo.

Resumindo: Muitas vezes afirma-se com palavras, mas nega-se com as atitudes, ai não vale culpar quem não acredita na mentira, até porque como ilustramos acima, a verdade está escrachada para os sentidos.

Nem tudo é preconceito minha gente, muita coisa inaceitável é apenas consequência do que está exposto. O ser humano precisa entender que não é possível enganar com palavras aquilo que as ações contrariam. 

E vamos parar de dizer que está velho e precisa ser trocado, enquanto na verdade está é sujo e precisa ser limpo.

A análise sobre o tema é descontraída e vale a reflexão!

Até a próxima!

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Como Dobrar Conjuntos Infantis

Arrumar as roupas nas gavetas e no guarda-roupas é tarefa simples, o desafio é garantir que as peças continuem organizadas quando se tem filho(s) pequeno(s). 

Seguindo com o projeto de manter gavetas e armários organizados, o objetivo é dobrar as roupas de forma que dificulte o "serviço" dos bebês, que insistem em pensar que os móveis são o paraíso dos brinquedos.

Já mostramos como dobrar as camisetas em forma de envelope (para conferir o postCLIQUE AQUI), agora vamos envelopar os conjuntos infantis. Essa técnica é utilizada para organizar as roupas de maneira padronizada e manter uma rotina prática funcional de utilização das peças.

Essa forma de dobrar as roupas funciona perfeitamente também para manter a organização de roupas nas casas com crianças, que costumam fazer a maior bagunça ao pegar as peças que irão utilizar, ou para dificultar a desmontagem das dobras quando os bebês inventam de brincar com as roupas que estão guardadas nas gavetas ou armários.

O envelopamento a seguir será feito com um conjunto de pijama de inverno, mas pode ser utilizado com conjuntos de moletom e funciona perfeitamente. São 7 passos que irão mudar para melhor sua rotina de organização. Confira!

1 Passo:
Em uma superfície plana coloque a blusa com a parte da frente virada para baixo, deixando-a bem esticada, como mostra a imagem ao lado.


2 Passo:
Coloque a calça por cima da blusa alinhando o cós da calça com a gola da blusa, e centralize a peça de cima com a de baixo. 
3 Passo:
Dobre a lateral da blusa por cima da calça, juntamente com a manga. A calça vai funcionar como um gabarito também. Observe ao lado.
4 Passo:
Repita a dobra anterior com a outra lateral da blusa, como mostra a imagem.
5 Passo:
Dobre o conjunto ao meio, unindo a parte inferior com a superior, deixando a sobra das pernas da calça para frente, siga a imagem ao lado.
6 Passo:
Vire a peça dobrada para que fique com a gola da blusa para cima. Observe!
7 Passo:
Encaixe as pernas da calça por dentro da gola da blusa.
Pronto, este é o resultado final, agora é só guardar! Aqui em casa, a Isabelle já pode brincar com as roupas (sem que eu infarte), depois eu só coloco no lugar novamente, sem ter que ficar dobrando toda vez que ela resolve "faxinar" as gavetas (risos).

Esta técnica de envelopar a roupa também pode ser usada nos conjuntos de verão (camisetas com bermudas), a forma de dobrar é mesma. Faça o teste!


Para organizar melhor, deixe todas as peças a vista para manter uma rotatividade das roupas e garantir a utilização de tudo que está guardado. Experimente guardá-las da seguinte maneira:

✔ Roupas empilhadas (uma acima da outra) combinam com organização em prateleiras.

✔ Roupas enfileiradas (uma atrás da outra) combinam com organização em gavetas.

Uma gaveta por dia, poucos minutos diários e sua casa vai se transformando em um lugar aconchegante e acolhedor! É saudável viver em um ambiente organizado, tente!

Afinal, querendo ou não, somos "Home Administrators" e precisamos garantir a organização, então por que não usar uma Logística funcional para as roupas? E você, como costuma dobrar e guardar as roupas? Compartilhe conosco também!


Até a próxima!


quinta-feira, 31 de março de 2016

Como Dobrar Camiseta de Criança?

Dobrar camiseta pode até ser uma tarefa fácil, mas não para quem tem bebê(s) em casa, certo? Nossa missão é manter as roupas organizadas dentro das gavetas pra facilitar nosso dia a dia e o desafio fica por conta da forma que dobramos as peças para mantê-las em ordem.

Se é para o bem de todas e felicidade geral das mamães de plantão, vamos compartilhar uma dica para dobrar as camisetas dos pequenos de maneira que impeça desmanchar a dobra quando o filhote resolver que as roupas das gavetas são para brincar.


Sim minha gente! É possível dobrar as roupas de forma que facilite a organização nas gavetas, sem desfazer a dobra quando for manusear alguma peça, e manter as gavetas sempre arrumadas sem precisar sentar e chorar (risos).

Já pensou em "envelopar" as roupas? Trata-se de uma técnica super útil, que pode ser aplicada em todos os tipos de peças (inclusive nas roupas do marido, que não sabe pegar uma peça sem bagunçar o guarda-roupas todo).

Você também pode utilizar esta técnica para melhorar a organização e ganhar mais espaço na mala de viagem. Experimente e apaixone-se!

Siga estes 5 passos para dar adeus ao caos nas gavetas das camisetas dos pequenos. Veja!

1 Passo:
Coloque a camiseta em uma superfície com a parte da frente virada para baixo;

Dobre uma das laterais e coloque a manga para traz.

A dobra deve começar onde termina a gola, observe a imagem.
2 Passo:
Faça a mesma dobra com a outra lateral da camiseta.
2 Passo: Referência
Demonstração do 2 passo visto de frente;

Use a gola da camiseta como ponto de referência para a dobra. Observe a imagem ao lado.
3 Passo:
Leve a parte de baixo da camiseta até a altura das mangas, como mostra a imagem.
4 Passo:
Abra a primeira parte da dobra feita na parte de baixo. Observe a imagem ao lado.
5 Passo:
Dobre a parte de cima, levando-a para dentro da abertura da parte de baixo, como mostra a imagem.

Terminado: A camiseta está dobrada em formato de envelope!



Pronto, agora é só guardar as peças na gaveta. Para um melhor aproveitamento de espaço, coloque as camisetas uma atrás da outra (como mostra a primeira imagem desta matéria), assim, além de otimizar o seu espaço, você consegue ver e usar todas as peças.


Agora o filhote pode até brincar com as roupas das gavetas, mas vai ficar mais difícil desdobrar as peças! É nossa vez de atrapalhar o "serviço" deles, no bom sentido claro.

Bônus:

Roupas empilhadas (uma acima da outra) combinam com organização em prateleiras.

Roupas enfileiradas (uma atrás da outra) combinam com organização em gavetas.

Experimente dobrar e guardar as camisetas da forma sugerida nesta matéria e depois volte aqui para compartilhar conosco o que você achou dessa dica. Faça o teste!

Até a próxima!

domingo, 20 de março de 2016

Delboni Auriemo - Vagas para as áreas de Enfermagem e Farmácia

Os laboratórios Delboni Auriemo possuem mais de 50 anos de tradição e fazem parte do Grupo DASA, que é a maior empresa de Medicina Diagnóstica e Saúde Preventiva da América Latina, além de ser a quarta maior do mundo, com 25 laboratórios localizados em todas as regiões da Grande São Paulo.

Os laboratórios de medicina diagnóstica Delboni Auriemo realizam diariamente exames de Raios X, Mamografia, Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética, dentre outros, com equipamentos de última geração para a captação das imagens. A qualidade de seus serviços é certificada por renomados órgãos nacionais e internacionais.

Atualmente a Delboni Auriemo está com vagas abertas para Técnico Coleta e Técnico de Análises Clínicas. As vagas são para os laboratórios em São Paulo-SP. Para visualizar e se candidatar às vagas disponíveis, CLIQUE AQUI.

Vale ressaltar que, as vagas estão disponíveis no site Vagas e para se candidatar, é preciso realizar cadastro na página.


Boa sorte!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Albert Einstein Contrata Profissionais Para Diversas Áreas

Entre as ofertas anunciadas pelo hospital, estão algumas específicas para pessoas com deficiência. Para outros cargos, exige-se apenas Ensino Médio completo. Confira!

Algumas instituições hospitalares localizadas na capital paulista, possuem reconhecimento internacional por seu atendimento e cuidados de excelência prestados aos pacientes. Uma delas é o Hospital Albert Einstein.

O Albert Einstein está na lista dos melhores e mais modernos hospitais não só do Brasil, mas da América Latina e é reconhecido pelo foco em áreas da medicina de alta complexidade como: Cardiologia, Oncologia, Ortopedia e Neurologia.

Atualmente, o hospital está com seleção aberta para preencher mais de 15 oportunidades de emprego. As vagas são para as áreas de Hotelaria, Enfermagem, Administração, Manutenção e Atendimento ao Cliente.

Os cargos anunciados incluem auxiliar de sala, concierge, instrutor de treinamento, analista de treinamento pleno, técnico de enfermagem, supervisor de manutenção, auxiliar de enfermagem para internação geriátrica, técnico de enfermagem para ressonância magnética e auxiliar de enfermagem para maternidade.

Para ver a lista completa de vagas e saber como concorrer às oportunidades, CLIQUE AQUI.

Boa sorte!

Hospitais: Da Luz e Santa Marcelina Abrem Vagas de Emprego

O Hospital da Luz localizado em Santo Amaro, um dos melhores da zona sul de São Paulo e o hospital Santa Marcelina, um dos melhores da zona leste da capital paulista, abrem vagas de trabalho para profissionais atuarem na área da saúde. Confira!

Uma grande oportunidade para os profissionais da área de enfermagem que estão procurando emprego. Confira agora as informações anunciadas sobre as vagas abertas:

Auxiliar de enfermagem
O Hospital Santa Marcelina abriu 15 vagas para auxiliares de enfermagem no setor de internação. Os profissionais precisam possuir o nível médio concluído, assim como o curso técnico de auxiliar completo e registro ativo no Coren.

O hospital não anunciou a necessidade de experiência para os cargos. Sendo assim, é possível entender a possibilidade de não ser preciso ter experiência para este processo seletivo.

Os candidatos devem enviar os currículos entrando em contato com Josy, através do e-mail: selecao@santamarcelina.org

Técnicos em enfermagem
Conforme informação publicada, o Hospital da Luz de Santo Amaro tem vagas abertas para técnicos em enfermagem. Os profissionais precisam ter o nível médio concluído e registro de técnico em enfermagem no Coren e comprovação de experiência em UTI Neonatal ou Centro Obstétrico.

Pede-se disponibilidade para exercer a função no horário do turno vespertino (13h às 19h).

Os candidatos devem enviar os currículos entrando em contato com janaína, através do e-mail: crmascarenhas@amil.com.br

Boa sorte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...